Siga-nos

Aguarde processando...

X
Loading...

Homem é procurado por esfaquear vizinho que dizia ter caso com sua mulher no interior do Acre

G1

Polícia diz que vítima espalhava ter o caso com a mulher casada com o acusado. Autor do crime é irmão de jovem encontrado morto e queimado em Cruzeiro do Sul.

Uma fofoca, segundo a polícia, teria motivado um crime em Porto Walter na última segunda-feira (9). José Mário Almeida da Silva, de 28 anos, está em estado grave no Hospital do Juruá em Cruzeiro do Sul após ser ferido com vários golpes de facão nas costas.

O crime aconteceu na cidade de Porto Walter e teria ocorrido porque Silva havia espalhado que tinha um caso com a mulher do seu vizinho, acusado de cometer o crime.

A polícia já identificou e faz buscas por José Walesson Ferreira de Lima, de 23 anos. De acordo com a polícia, a mulher foi até a delegacia registrar um boletim de ocorrência contra Silva porque ele estaria lhe difamando e dizendo que tinha um relacionamento com ela.

Ao chegar em casa, Lima ficou sabendo da história e foi tirar satisfação com o vizinho. Armado com um facão, segundo a polícia, ele desferiu vários golpes contra a vítima, que foi ferida no braço e na nuca. O estado dele ainda é grave.

O delegado que investiga o caso, Vinícius Almeida, diz que está aguardando o exame de corpo de delito para saber por qual crime Lima deve ser indiciado. “Dependendo do resultado do exame, devo enquadrar por tentativa de homicídio ou lesão corporal grave”, explica.

Almeida diz ainda que aguarda que o acusado se apresente para que oitivas possam ser feitas e o caso esclarecido.

“A vítima aparentava ser boa pessoa, porém, difamava a esposa do autor. Dizia que tinha caso amoroso com ela e a adjetivava com palavras depreciativas. Vamos ouvir testemunhas, a vítima e tentar prender o acusado. É um caso que esperamos resolver nos próximos dias”, garante.

O acusado estaria escondido dentro de uma mata e ainda não foi encontrado pela polícia. Ao G1, um tio do acusado confirmou que ele é irmão do jovem João Vitor Ferreira da Silva, de 18 anos, que foi achado morto com as mãos amarradas e corpo queimado no lixão municipal de Cruzeiro do Sul.

Publicidade

Escreva seu comentário

Informamos aos nossos caros leitores que a Equipe Ecos da notícia não se responsabilizará pelas consequências jurídicas
sobre os comentários divulgados.