Siga-nos

Aguarde processando...

X
Loading...

Derze: “Acre precisa de um Bolsonaro para combater a violência no estado em 2018”

DA CONTILNET

Será difícil pararem Bolsonaro, que a cada dia visita os Estados e ganha mais adeptos

Sem norte e juízo também

O assessor especial de juventude do Governo do Estado, Weverton Matias, mostrou bem o sentimento dos jovens ligado ao PT. Estão sem norte e acham que se combate à violência desmilitarizando a PM. Se com a polícia nas ruas as facções estão tomando de conta dos bairros e doutrinando nossos jovens, imagina sem esses homens que entregam suas vidas para defender as demais.

Falou besteira

O discurso do jovem Cláudio Junior, que é do movimento ligado ao partido dos Trabalhadores no Acre, mostra que nem ao menos sonho existe para os jovens que eles representam. Pregar a liberação da maconha e uso de drogas ilícitas é a mesma coisa que jogar uma arma química no meio de nossa sociedade. A destruição das vidas será de forma imediata. Quem não usar será vítima dos usuários, além de pais e mães de famílias que estarão desesperados com os problemas causados pela droga. Somente quem já teve alguém na família viciado sabe que a doença se alastra.

Assessores e deputado sem rumo

Sabemos que o governador Tião Viana nunca queria passar por uma situação como essa de facções no Acre tomando de conta da cidade e ameaçando o Estado, mas sua gestão não tem acertado quando se trata de ações de prevenção e combate ao crime organizado. Somado à loucura do deputado querendo legalizar a maconha e jovens alienados ao conceito de que a droga é normal e que a polícia é o grande problema da violência. Estamos realmente perdidos se deixarmos essas ideias socialistas/comunistas se propagarem aos nossos jovens.

Pulando do barco

Um dos prefeitos da região do Alto Acre eleito pela Frente Popular em 2016 esteve conversando com lideranças da oposição e deixou bem claro ao dizer: “Vou apoiar o senador Gladson Cameli ao governo do Estado em 2018 e o senador Sérgio Petecão ao Senado. Tenho somente compromisso com meu deputado federal, o resto será de acordo com os interesses de nosso grupo no município”, disse o gestor em uma conversar reservada durante sua ida a Brasília.

Ele vem crescendo

Quem não acreditava no crescimento da popularidade do deputado Jair Bolsonaro (Sem Partido) para o cargo de presidente da República em 2018, trate de acreditar e se conscientizar que um seguimento grande da população vem aderindo aos seus ideais políticos. Será difícil pararem Bolsonaro, que a cada dia visita os Estados e ganha mais adeptos à sua pré-candidatura.

A última esperança

Bolsonaro vem sendo a esperança do Brasil se livrar de toda essa corrupção que toma de conta da política e do Judiciário brasileiro. Sua eleição significaria um governo e economia nos moldes do Estados Unidos, liberdade do comércio e duras penas aos criminosos, bem como investimentos rigorosos na Educação. Além de usar os minérios e riquezas naturais para elevar a valorização da moeda brasileira no mundo.

Bolsonaro no Acre

O Acre já teve vários candidatos folclóricos aos diversos cargos eletivos, mas se surgir um que pregue que tomará medidas e ações efetivas no combate à violência, certamente chamará a atenção dos eleitores que em pesquisas recentes têm requisitado principalmente mais segurança. O eleitor pede um Jairo Bolsonaro no Acre para comandar a guerra contra o crime no Estado.

Desistiu do Congresso Nacional

O deputado Jesus Sérgio (PDT) queria ser o candidato a deputado federal, mas tudo indica que disputará a reeleição caso a Reforma Política passe o texto do “distritão”, onde os mais votados que ocupam as cadeiras no parlamento. Atualmente os mandatos são divididos de acordo com a votação e proporcionalidade de cada índice atingido pelos votos junto as siglas.

Não quer desbravar Brasília

Outro deputado que baixou as orelhas foi o Éber Machado (PSDC), que também seria candidato à Câmara Federal, mas recuou para tentar garantir mais quatro anos na Aleac. Afinal, os pleiteantes aos cargos no Congresso Nacional estão vindo com todo o gás e estrutura para continuarem em seus cargos.

 

Tribuna Livre

O casal Bittar estará nesta sexta-feira (11), a partir das 20h30, no programa Tribuna Livre da TV Rio Branco, canal 8 SBT. Marcio e Marcia falarão de suas trajetórias política e as articulações para se manterem com projeto iguais, mesmo em partidos diferentes. Bittar destacou sua ida para o PMDB para ser candidato ao Senado Federal e a liderança de sua esposa para comandar o Solidariedade. Narciso Mendes, como debatedor, foi frio e duro nos questionamentos a Marcio. Vale a pena assistir o programa.

Contato

A coluna continua recebendo sugestões e críticas no e-mail: wiliandroderze@gmail.com e pelo WhatsApp 68-9 9216-1917. Em breve a TV ContilNet traz mais novo programa de entrevistas.

Publicidade

Escreva seu comentário

Informamos aos nossos caros leitores que a Equipe Ecos da notícia não se responsabilizará pelas consequências jurídicas
sobre os comentários divulgados.