Rio Branco,

Senador Petecão agride sindicalistas durante votação em comissão

Se não dar no discurso, vai no braço

Por Fábio Busian

Publicidade

Brasília,  – Durante votação sobre a obrigatoriedade da contribuição sindical na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado, na manhã desta quarta-feira (14), o senador Sérgio Petecão (PSD-AC) agrediu um grupo de sindicalistas presentes, precisando ser contido por colegas e pela Polícia do Senado. A confusão começou quando Petecão reclamou de uma cartaz com o seu nome pedindo o fim do fundo partidário, uma resposta dos sindicatos sobre o posicionamento do senador contrário a contribuição sindical.

Foi quando Sérgio Petecão ironizou a forma como o valor arrecadado pelos sindicatos era gasto, sendo questionado sobre a sua legitimidade para falar em recursos públicos, pois responde a dois processos de peculato (uso de dinheiro público para fins particulares) e compra de votos no Superior Tribunal Federal (STF), além de ser o quinto senador mais caro da Casa — seu gabinete gastou 429 mil reais somente em 2015. Com o fim da confusão no Congresso, os sindicalistas foram perseguidos pelo senador no lado de fora do local, em novas tentativas de agressão.

A atitude do senador fez com que a votação fosse interrompida por seus pares e retirada de pauta, sem data definida para ser discutida novamente.


Publicidade




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidade