Rio Branco,

Jovem reage a estímulos e médicos descartam morte cerebral, diz família

Milagre ?

Por G1 acre

junior2Vítima de um acidente de trânsito no dia 16 de novembro, o estudante Júnior Ibernon, de 24 anos, tem surpreendido os médicos com sua recuperação. O jovem, que segundo a família chegou a ter morte cerebral decretada, já reage a estímulos externos e teve o diagnóstico anterior descartado.

Publicidade

“Os médicos ficaram surpresos. Ele chegou a ter morte cerebral decretada, perguntaram até se ele era doador de órgãos”, conta o pai do rapaz, Manoel Albano.

Ele lembra ainda como foi viver esse drama. “Foi a pior noite da minha vida quando disseram que ele havia tido morte cerebral e estavam esperando só para desligar os aparelhos. Quando foi pela manhã, chegaram novas informações dizendo que ele estava vivo”, comenta.

O homem diz que o filho, diagnosticado com traumatismo craniano grave, tem ficado mais forte a cada dia. “Ele nos ouve. No domingo [4] perguntei se ele podia mexer a perna e ele mexeu. Ele já faz movimentos diferentes, geralmente fazia um movimento só”, conta.

Albano diz ainda que a família nunca perdeu a esperança, mesmo quando a situação era mais crítica. “É uma questão de tempo até meu filho acordar e nós irmos para casa. Onde a medicina termina é onde começa nossa fé. Cada movimento diferente a gente está observando e comemorando”, finaliza.

Entenda o caso
Júnior Ibernon, de 24 anos, sofreu um acidente de trânsito na noite do dia 16 de novembro, quando ia buscar o corpo de um amigo no Aeroporto de Cruzeiro do Sul. A família informou que o rapaz estava indo com um grupo de amigos buscar o corpo de Eliseu de Souza Neto, de 17 anos. Neto morreu no dia 15 no Huerb após também bater, no sábado (12), na traseira de uma moto na Comunidade Lagoinha, em Cruzeiro do Sul.

O jovem foi encaminhado para Rio Branco no dia seguinte em estado gravíssimo. No dia 18, Ibernon foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb). Por fim, no último dia 24, a família confirmou que o jovem estava em estado vegetativo.


Publicidade




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidade