Rio Branco,

Homenagem a médico da Chape no Acre tem emoção de família e amigos

Esporte

Por Globoesporte

homenagem_gamrxduUma semana depois do trágico acidente aéreo que matou 71 pessoas na Colômbia, entre integrantes da delegação da Chapecoense, jornalistas e tripulantes do voo da empresa LaMia,que levava o time catarinense para Medellín, onde disputaria o primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional, amigos do médico acreano Marcio Bestene Koury, que está entre as vítimas fatais, e jornalistas acreanos se reuniram no estádio Florestão, em Rio Branco, na tarde desta quarta-feira (7), para prestar uma homenagem ao conterrâneo, à família e a todos que sofreram com o desastre.

Publicidade

Com a presença da mãe de Marcio Koury, Nabiha Bestene Koury, 66 anos, que retornou ao Acre esta semana, após acompanhar o velório e enterro do filho, em Chapecó (SC), antes da bola rolar foi feita a cerimônia de entrega de lembranças para os familiares. A genitora recebeu das mãos de amigos de Marcio, uma faixa com a frase ‘Marcio Bestene, o futebol do Acre nunca irá te esquecer!’, além de flâmulas e um banner da altura real do médico com a foto dele e o versículo bíblico: “Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que amam e que foram chamados de acordo com seu propósito”. (Romanos 8:28)

Bastante emocionada, Nabiha Koury disse que as homenagens acalentam o coração, que tem sofrido bastante nos últimos dias por causa da partida precoce do filho.

– Ameniza. Ameniza porque a gente vê que ele era uma pessoa muito amada, querida e sempre dizia: “Eu vou voltar para o Acre”. E o tio dele dizia: “ainda vou te ver sendo médico da Seleção Brasileira” – comenta.

Ela lembrou a última conversa que teve com Marcio Koury antes do acidente fatal e destacou que o filho estava confiante em ver a Chapecoense conquistando o título da Sul-Americana.

– Lembro que nos falamos pelo whatsapp, ele estava embarcando. Eu disse: boa sorte, filhão. Sempre dizia isso: boa viagem e boa sorte. Ele agradeceu e disse: “Muito obrigado. Vamos trazer a taça” – completa.

Após as homenagens, foi respeitado um minuto de silêncio e a bola rolou. A partida terminou empatada em 1 a 1. O time dos amigos do Marcio, que atuou com o uniforme do Atlético-AC, saiu na frente com um gol de Leyf Barros, na primeira etapa. No segundo tempo, a equipe da imprensa, que vestiu o uniforme do Rio Branco Master deixou tudo igual em cobrança de pênalti de Whilley, já perto do fim do jogo.


Publicidade




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidade