Rio Branco,

Homem é morto a facadas 19 dias depois de deixar o Presídio

Por Redação Ecos da Notícia

Publicidade

Um amor platônico findou por ser a causa para a morte do presidiário em liberdade condicional João Souza, de 46 anos, que teria saído do Presídio no último dia 02 de Dezembro, para cumprir aguardar o processo em liberdade.

De acordo com a aposentada Francisca Oliveira, de 79 anos, mãe de João Souza, o filho era apaixonado por um ex namorada que reside no bairro Palheiral.

E na noite desta terça-feira (20), ele saiu de casa e foi procurar a ex namorada, mesmo sabendo que ela já tinha um novo companheiro, mas Souza não se importava queria estar perto da mulher amada.

Segundo o que a polícia conseguiu apurar, a família da vítima tentou de todas as maneiras convence-lo de não ir atrás da ex namorada, mas ele não resistiu aos apelos e vou atrás da mulher.

Quando chegou na casa da ex namorada, ele conversou com ela e a convidou para consumirem bebida alcoólica, ele, a ex namorada e atual companheiro da mulher.

Ocorre que na madrugada desta quarta-feira (21), já embriagados, João Souza e o atual companheiro da ex, discutiram porque João supostamente teria tentando beijar a ex a força e o companheiro dela reagiu e com uma faca desferiu vários golpes em João que não resistiu e morreu.

A ex namorada e o atual companheiro dela foram presos e encaminhados a Delegacia de Flagrantes – DEFLA, ele pela autoria do crime e ela por acobertar o crime e o criminoso inclusive enterrando provas, no caso, a faca usada para tirar a vida de Souza, foi enterrada no quintal da casa da ex namorada.


Publicidade




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidade