Rio Branco,

Suplente de Crivella no Senado é bispo e ex-ministro de Dilma

Ex-ministro de Dilma

Por Notícias ao Minuto

naom_581cb8c28345eApós ser eleito prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB) deixará sua vaga no Senado para o suplente, Eduardo Lopes (PRB). Assim como o vencedor das eleições municipais no Rio, Lopes é bispo da Igreja Universal.

Publicidade

De acordo com informações do BuzzFeed News Brasil, essa será a terceira vez que Lopes assumirá um cargo como suplente. Em 2007, se tornou deputado quando Alexandre Cardoso (PSD) foi escolhido como secretário estadual do governo de Sérgio Cabral (PMDB), no Rio.

Durante a gestão da ex-presidente Dilma Rousseff, ele herdou dois cargos de Crivella. Primeiro, quando o bispo licenciado deixou o Senado para assumir o Ministério da Pesca. Em seguida, quando Crivella deixou a pasta para concorrer ao governo do Rio. Lopes exerceu o cardo de ministro da Pesca entre março de dezembro de 2014.

Atuando como senador desde junho deste ano, ele apresentou dois projetos de lei no período. Um deles prevê multa de R$ 2.000 como alternativa à cassação da carteira para motoristas profissionais que infringiram o máximo das infrações de trânsito.

O outro projeto, apresentado inicialmente por Crivella, pretende alterar a lei Maria da Penha. A proposta é que as vítimas que queiram retirar queixas passem por duas audiência no prazo de 60 dias para reiterar que desistiram da reclamação. Atualmente, basta uma audiência com juiz para retirar queixas. O parlamentar também votou a favor do impeachment de Dilma, em junho.


Publicidade




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidade