Rio Branco,

No AC, candidatos ficaram surpresos com tema da redação do Enem

Enem 2016

Por G1 acre

edimildo_e_micheleO tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) surpreendeu os candidatos que fizeram as provas neste domingo (6) em Rio Branco. Muitos aguardavam temas como corrupção, votação da PEC que define o teto de gastos ou o desastre ambiental de Mariana, que completou um ano.

Publicidade

A candidata Karine de Lima, de 19 anos, disse que esse segundo dia de provas foi bem mais tranquilo e achou as questões menos complicadas, exceto a prova de matemática em que ela levou mais tempo respondendo e chutou muitas respostas.

“Apesar de redação, acho que hoje tinha menos pressão e me senti mais tranquila. Fiquei surpresa com  o tema da redação, mas achei uma ótima escolha e não tive dificuldades. Esperava que abordasse a corrupção, pois era o que mais se falava no noticiário”, explica.

Edimildo Júnior, de 21 anos, também reclama da prova de matemática. Com a nota do Enem, ele espera conseguir uma vaga para nutrição.

“As questões de matemática estavam muito difíceis, teve algumas que foi preciso chutar. Quanto a redação, esse tema passou pela minha cabeça, mas me surpreendeu, foquei mais em temas que abordavam a corrupção. Acho que me sai bem e estou confiante”, acredita.

Dário Pinheiro de Souza Junior, de 32 anos, quer tentar o curso de direito e espera que a nota do Enem seja suficiente para ingressar no curso. “Direito é o meu sonho. As duas provas foram difíceis, mas as expectativas são as melhores possíveis. Acho que deu para tirar uma pontuação boa. Muitas respostas são nos campos das ideias e a gente deduz para poder fazer um entendimento melhor. Chutei, algumas. O tema escolhido é importante e o debate que foi colocado é necessário”, destaca.

Michele do Nascimento, de 22 anos, quer usar a nota para ingressar em engenharia civil. No geral, ela achou a prova mais fácil, apesar de ficar surpresa com a escolha. “Pensei que fosse sair política e corrupção ou o desastre em Mariana, mas achei o tema fácil. Infelizmente, a intolerância religiosa está sempre entre nós. Todos convivem com isso e é preciso abordar esse tema”, finaliza.

 


Publicidade




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidade