Rio Branco,

Inquérito é aberto para apurar maus-tratos contra uma idosa em video divulgado nas redes sociais

Maus tratos - VEJA VÍDEO

Por Da Redação Ecos da Notícia com informações G1 Acre

Vídeo foi filmado por vizinho e postado em redes sociais
Vídeo foi filmado por vizinho e postado em redes sociais

Publicidade

Após a repercussão de um vídeo que flagrou uma cena de possível maus-tratos contra uma idosa de mais de 90 anos, no sábado (19), a Polícia Civil abriu um inquérito e investiga o caso.

O vídeo foi gravado por Leandro Oliveira, de 30 anos, que se revoltou ao ver a filha tratando a mãe com grosseria durante o banho nos fundos de uma casa na Rua Rio de Janeiro, em Rio Branco.

A idosa foi levada para o município de Sena Madureira e afirmou que não  se posicionar sobre o caso.

A delegada responsável pelas investigações, Márdhia El-Shawwa, afirmou que o caso chegou à polícia ainda no sábado, e que tanto a filha como a idosa foram encaminhadas inicialmente à Delegacia da Mulher e prestaram esclarecimentos. Segundo a delegada, a filha negou que tivesse cometido qualquer tipo de maus-tratos contra a idosa.

“Fizemos contato com familiares da idosa em Rio Branco e no interior do Acre e de outro estado. Já falamos com vizinhos para ver se esses maus-tratos aconteciam, se ocorriam diariamente, se era uma coisa corriqueira. Para nós, não chegou nenhuma outra denúncia com relação à essa vítima anteriormente”, disse a delegada.

Na gravação, a mulher puxa a idosa com força para que se levante de uma cadeira de rodas. Ao ficar de pé, ela perde o equilíbrio e cai. A mulher puxa a mãe pelo braço e tira a roupa dela. Sem expressar qualquer reação, a idosa permanece sentada esperando pelo banho.

Em outro trecho da gravação, a filha se aproxima e joga água na vítima várias vezes, principalmente no rosto da idosa. É impossível ver ainda, a mulher passando a mão com força do rosto da mãe.

A vítima ainda não passou por exames de corpo de delito e, segundo a delegada, é preciso que esse procedimento seja feito para que seja constatado os maus-tratos, além de outras investigações. Márdhia contou que nesta segunda (21) a polícia recebeu informação de que nem a idosa nem a suposta agressora estão na casa onde o vídeo foi gravado.

“Precisamos levar a idosa para fazer exame de corpo de delito. Ela não está mais em Rio Branco. No domingo (20), um familiar a levou para Sena Madureira, interior do estado. Já fizemos contato com o delegado da cidade para que a leve para fazer o exame, e então, vermos se há alguma lesão nela. Ainda temos que fazer uma investigação detalhada para saber todos os detalhes, como acontecia, se só essa filha cuidava da idosa e como eram administrados esses cuidados”, afirmou Márdhia.

Sobre casos de maus-tratos contra idosos, a delegacia explicou que a delegacia existe no estado há um ano e que esse é o primeiro caso com “tanta repercussão”, devido aos vídeos postados em redes sociais. De acordo com Márdhia, os autores dos crimes praticados contra idosos na maioria dos casos são parentes e, principalmente, os filhos.

Entenda o caso
Leandro Oliveira, de 30 anos, flagrou uma cena de maus-tratos contra uma idosa de mais de 90 anos na manhã de sábado (19), nos fundos de uma casa na Rua Rio de Janeiro, em Rio Branco.

Revoltado com a situação, o homem resolveu gravar um vídeo em que a filha aparece tratando a mãe com grosseria durante o banho.

O homem conta que fazia um serviço em uma casa próximo ao local e ficou indignado ao ver a cena. Segundo ele, a situação durou cerca de 30 minutos e, inicialmente, a mulher chegou a puxar o cabelo, balançar e bater nas mãos da idosa, que estava sentada na cadeira de rodas.

Oliveira relatou que se revoltou com a situação e, por isso, decidiu pedir para ficar em um ponto mais alto do local, no telhado de uma caixa d’água, para poder fazer o vídeo. Em seguida, ligou para a polícia e denunciou o caso. Ele afirmou que entregou uma cópia do vídeo para os policiais que estiveram no local, mas que eles disseram que não poderiam fazer um flagrante.

 


Publicidade




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidade