Rio Branco,

Em Rio Branco, preço da cesta básica sobe quase 22% em 10 meses

Em Rio Branco

Por G1 acre

acougue_346x260O custo da cesta básica em Rio Branco acumulou uma alta de 21,99% nos dez meses de 2016, segundo o levantamento Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Publicidade

Durante o mês de outubro, em comparação ao mês anterior, o aumento foi de 1,94%. O preço pago pelo conjunto de alimentos foi de R$ 379,34.

Apesar do aumento, Rio Branco foi a sexta capital que apresentou o menor custo da cesta básica entre as capitais do país – ficando atrás de Macapá (AP), Aracajú (SE), Salvador (BA), Recife (PE) e Natal (RN). Em outubro, segundo o levantamento, o custo da cesta em Rio Branco comprometeu 46,86% do salário mínimo líquido. Em setembro, esse percentual era de 45,96%.

O departamento acrescentou que, de janeiro e outubro deste ano, o feijão carioquinha acumulou alta de 128,11% entre os 13 itens da lista. Em seguida, aparece o leite integral com acumulo percentual de 40,41%.

Os outros itens que acumularam alta foram manteiga (27,39%), óleo de soja (24%), arroz agulhinha (21,26%), banana (18,11%), farinha de mandioca (17,56%), açúcar (14,92%) e tomate (6,34%).

Carne bovina tem alta de 4,05%
Dentre os produtos que compõem a cesta, a carne bovina sofreu um aumento de 4,05% em outubro. Em seguida, segundo o Dieese, o pão francês também ficou 3,51% mais caro. O café foi o terceiro produto que mais subiu, conforme a lista, o aumento foi de 2,77%.

De setembro a outubro somente o feijão carioquinha apresentou queda de preço, uma variação negativa de 1,14%. Já o arroz agulhinha não teve nenhuma variação neste período.


Publicidade




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidade