Rio Branco,

Cantora diz que foi agredida por sua orientação sexual

Orientação sexual

Por Notícias ao Minuto

naom_582d8d33a069aUma cantora de 19 anos foi agredida, vítima de homofobia, em uma casa noturna da Vila Bela, em Guarapuava, no Paraná. A jovem levou socos e pedradas na madrugada de terça-feira (15). Izadora Campos postou fotos na internet após ser agredida e acredita que o crime foi incentivado por sua orientação sexual.

Publicidade

“Eu acho que foi pela minha opção sexual. Foi o motivo de ele ter feito o que fez. Só quero pedir que as pessoas se respeitem mais, se amem mais. Aqui na Terra, somos todos irmãos perante ao Pai, a Deus. Não tem que existir isso”, conta.

Segundo o G1, a vítima revela que foi atingida por uma pedra na barriga primeiro e depois, levou socos no rosto. Agora, está com dificuldades para enxergar.

“Foi tudo muito rápido. A pessoa [o suspeito da agressão] teve uma discussão com uma mulher fora do estabelecimento e subiu revoltado. Aí, a gente entrou em uma discussão. Falei que não era necessário ele estar falando tudo o que estava falando”, diz.

A jovem relata que o homem só foi embora quando o clima ficou mais pesado e as pessoas ao redor começaram a chamar a polícia. Após registrar boletim de ocorrência, Polícia Civil deve investigar o caso.


Publicidade




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidade