Rio Branco,

22 jornalistas morreram e um sobreviveu no voo da Chapecoense

Tragédia

Por Da Redação Ecos da Notícia

sem-titulo-1

Publicidade

Entre as 81 pessoas no voo da Chapecoense que caiu a caminho de Medellín, na Colômbia, na madrugada desta terça-feira, estavam 22 jornalistas. Todos morreram à exceção do narrador Rafael Henzel, da rádio Oeste Capital FM, de Chapecó.

Os 20 jornalistas na lista de vítimas do voo são da TV Globo (o repórter Guilherme Marques, o produtor Guilherme van der Laars e o cinegrafista Ari Jr.); da Fox Sports (o narrador Deva Pascovicci, o comentarista Paulo Julio Clement, o repórter Victorino Chermont, além de Rodrigo Gonçalves e Lilacio Pereira Jr.); da RBS, a afiliada da Rede Globo na região Sul (Giovane Klein, Bruno Mauri da Silva, Djalma Araújo Neto e André Podiacki); do Globoesporte.com (Laion Espíndola); e de rádios catarinenses (Renan Agnolin, Fernando Schardong, Edson Ebeliny, Gelson Galioto, Douglas Dorneles, Jacir Biavatti). Rafael Henzel, da Rádio Oeste Capital, de Chapecó, foi resgatado com vida.

 


Publicidade




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidade