Rio Branco,

Iapen realiza revistas para localizar materiais ilícitos dentro do presídio da capital e encontra pistola em cela

Por Assessoria Iapen

pistola-presidio
: Uma pistola calibre ponto 40 foi localizada desmontada entre os objetos retirados da cela no dia da rebelião (Foto: Divulgação Iapen)

Publicidade

Após um remanejamento de presos do Pavilhão “K”, que causaram a rebelião ocorrida na última quinta-feira, 20, agentes do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) localizaram uma arma de fogo.  A pistola calibre 40 foi encontrada durante uma revista realizada no sábado, 22, nos objetos que haviam sido retirados das celas no dia do conflito.

A arma estava desmontada e escondida em duas partes. Uma foi encontrada dentro de um ventilador e outra, em um balde com um fundo falso. Segundo a direção do Iapen, a pistola provavelmente estava escondida no local desde o dia da rebelião.

“Durante a transferência dos presos do pavilhão K, uma revista minuciosa foi realizada nos pertences dos reeducandos e em todos os materiais que foram extraídos do pavilhão. Durante a inspeção, conseguimos localizar todas as partes de uma arma de fogo. As revistas seguem por todo este domingo [23]”, explicou o coordenador de segurança do Complexo Penitenciário, Leandro dos Santos.

Segundo a direção do Iapen, a suspeita é de que a arma de fogo localizada ontem, 22, e as outras duas que foram apreendidas no dia do conflito tenham entrado por meio de dois agentes penitenciários que já estão sendo investigados pela Delegacia de Combate ao Crime Organizado (Decco) da Polícia Civil.

Trabalho é realizado pelos agentes penitenciários

Durante a revista na FOC, além da pistola, também foram apreendidos mais de 50 celulares. Além da capital, as unidades penitenciárias do interior continuam em estado de alerta e com a segurança reforçada. Revistas estão sendo realizadas em todas as unidades.

O diretor-presidente do Iapen, Martin Hessel, explica que diante desses episódios, o Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp) orientou a manter a suspensão da entrada de visitantes no Complexo Penitenciário Francisco D’Oliveira Conde (FOC).

“A suspensão das visitas são medidas de segurança para resguardar a integridade física dos agentes, PM’s, reeducandos e visitantes. Na segunda-feira [24], a direção irá realizar a apresentação do material ilícito apreendido durante esse fim de semana de revistas”, pontuou Hessel.

 


Publicidade




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidade