Rio Branco,

Não foi atentado o incêndio em carro de agente penitenciário foi vingança da ex-mulher

Por

incendio-carro

Publicidade

O que todos pensavam que fosse mais uma ação criminosa ligada a facções no Acre, se tornou mais uma daquelas histórias dignas de comédia romântica. Trata-se do caso do agente penitenciário que teve o carro incendiado na manhã desta segunda-feira, 19, no bairro Adalberto Sena, em Rio Branco.

A polícia trabalhava com a suspeita que o incêndio tivesse origem criminosa, ligada a algum grupo criminoso de dentro do presidio, mas foi surpreendida quando a ex-esposa do agente se apresentou nesta tarde na 5ª Delegacia Regional e assumiu ser a autora do delito. O motivo para tal atitude, segundo informou a mulher a polícia, seria de cunho passional, pois recentemente o relacionamento teria chegado ao fim.

A mulher está sendo interrogada pelo delegado plantonista e deverá responder pelo crime em liberdade, já que não foi pega em flagrante e se apresentou espontaneamente as autoridades.

O veículo estava estacionado em frente à residência do agente quando o fogo iniciou. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada, conseguiu conter o fogo, mas o veículo foi praticamente consumido pelas chamas. O resultado final da perícia sairá nos próximos 30 dias.

  • com informações AC 24 horas

 


Publicidade




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidade