27 novembro 2022 3:46
27 novembro 2022 3:46

Em ação preventiva polícia da fronteira evita assalto, troca tiros com bandidos, prende dois e fere um a tiro na cabeça

De frente pro crime

Por

- Publicidade -

tiroteio-fronteira-1

A área policial na região da fronteira foi de muita tensão durante toda a tarde desta segunda-feira (22), depois que policiais civis e militares do Departamento de Inteligência da Secretaria de Segurança descobriram um plano de ataque de bandidos contra empresários da região da fronteira.
A Polícia obteve informações que um bando estaria se preparando para cometer um assalto ousado, mas não sabia contra quem e em qual cidade.
A partir da coleta dessas informações vários grupos de policiais civis e militares foram formados e as duas cidades da fronteira Epitaciolândia e Brasiléia passaram a ser vigiadas, principalmente os locais mais vulneráveis à ação de criminosos, como agencias bancarias, casas lotéricas e supermercados que trabalham com grande volume de dinheiro.
Já no final da tarde a polícia recebeu informações precisas que o foragido da Justiça do estado do Acre, Jard Ramos dos Santos, de 25 anos “O Babinha” fazia parte do bando e passaram a “caça-lo”.
Enquanto equipes de policiais se movimentavam entre as duas cidades, investigadores faziam levantamentos e descobriram que mais dois suspeitos de integrarem o bando também circulavam armados na cidade.
Confronto, troca de tiros, prisão e ferido

Finalmente ocorreu o confronto entre os suspeitos Luciano “Lucas Boquinha” que estaria armado com um revólver calibre 32, o comparsa identificado por Edigilson Lopes Cavalcante, de 24 anos e policiais civis e militares.
De um lado criminosos “sedentos por sangue” não pensaram duas vezes e diante dos policiais determinados a prende-los, Luciano sacou da arma e efetuou tiros em direção das guarnições.
Os tiros foram revidados e Luciano foi atingido com um tiro na cabeça, um terceiro suspeito que não foi identificado conseguiu fugir ao atravessar o rio para o lado boliviano.
O suspeito ferido foi encaminhado ao Hospital Raimundo Chaar em Brasiléia em seguida transferido para o Pronto Socorro de Rio Branco, onde chegou por volta das 23 horas.
De acordo com informações Jard Ramos “Babinha” é foragido do Presídio estadual, onde cumpria pena por tráfico de drogas, furto e receptação. Ele foi beneficiado com a progressão de pena, mas deixou de cumprir o acordo com a Justiça e voltou para o crime.
Edigilson Cavalcante, preso junto com Luciano foi conduzido à Delegacia para averiguação.
Segundo a polícia, ele foi preso em 2014 por envolvimento na morte de Maicon Silva Batista, morto a golpe de faca.
Luciano, o que foi baleado na cabeça, não corre risco de morte e é apontado pela polícia como o principal fornecedor de armas para criminosos praticarem assaltos na região da fronteira.
Entre os crimes de Luciano estaria o assassinato de Gilson Vieira de Souza Oliveira “Gilsinho”, executado dentro de casa, juntamente com o cachorro.
A polícia tenta agora descobrir quem são os outros integrantes do bando. E pretende identificar o terceiro suspeito que conseguiu fugir para o lado boliviano.

 

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS