28 novembro 2022 8:03
28 novembro 2022 8:03

Em delação, Cerveró liga Lula a empréstimo sob investigação

Milhões

Por Por Notícias ao minuto

- Publicidade -

naom_5694aeeec28f6

As investigações apontam que o contrato seria uma forma de o PT retribuir o grupo Schahin pelo empréstimo
O ex-diretor da área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró disse em delação premiada, que o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva lhe ofereceu um cargo público em 2008 como “reconhecimento” pela ajuda que ele prestou para quitar um empréstimo de R$ 12 milhões que a Operação Lava Jato aponta como fraudulento.
Segundo refere a Folha de S. Paulo, esta é a primeira vez que um delator do caso envolve Lula diretamente no episódio.
A publicação recorda que em 2004, o fazendeiro José Carlos Bumlai obteve empréstimo do Banco Schahin e afirma ter repassado R$ 6 milhões para o empresário de Santo André (SP) Ronan Maria Pinto.
Anos depois, a diretoria Internacional da Petrobras, comandada por Cerveró, aceitou contratar a Schahin Engenharia por US$ 1,6 bilhão para a operação de um navio-sonda, o Vitoria 10.000.
As investigações apontam que o contrato seria uma forma de o PT retribuir o grupo Schahin pelo empréstimo.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS