Rio Branco,

“Não julgarei um irmão de fé”, diz novo relator sobre Cunha

Comissão de Ética

Por Por notícia ao minuto

naom_5668b1f18092d

Publicidade

“Minha atuação enquanto relator é avaliando fatos, condutas e não pessoas”, declarou
O relator escolhido para o processo contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) no Conselho de Ética, o deputado Marcos Rogério (PDT-RO) disse ter uma boa relação com Cunha porém afirma que será totalmente imparcial. “Tenho respeito pelo presidente da Casa e consideração pelo que ele tem feito enquanto presidente da Casa, de positivo e críticas com relação a posições que também negativas enquanto presidente. Mas aqui não vou estar julgando um amigo, não vou estar julgando um irmão de fé. Minha atuação enquanto relator é avaliando fatos, condutas e não pessoas”, declarou em entrevista ao Portal IG.
Marcos Rogério disse ainda que não frequenta a casa de Cunha mas se entendem melhor por serem evangélicos. “Não tenho relação de amizade mais profunda com o deputado [Cunha]. Não faço parte do raio mais próximo dele, mas tenho uma boa relação. Nunca frequentei a casa dele, não sei onde mora, mas tenho uma relação com ele como outro parlamentar tem e talvez um pouco mais em razão da fé cristã que professamos, mas isso não me impede de ter aqui uma postura imparcial.” contou ao IG.
O presidente do Conselho de Ética, José Carlos Araújo (PSD-BA), anunciou na noite desta quarta-feira, 9, o novo relator do processo contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), deputado Marcos Rogério (PDT-RO). O parlamentar já está produzindo um novo parecer prévio e que pode apresentá-lo nesta quinta-feira, 10.


Publicidade




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidade