Rio Branco,

Mulher foi forçada pelo marido a beber veneno depois de morte do filho

Escorpião

Por Por noticia ao minuto

naom_56622dd8d9891

Publicidade

A polícia agora espera o resultado do exame de perícia para comprovar que a morte do menino foi mesmo causada pela picada do escorpião
A história de uma mãe que tomou veneno depois de saber da morte do filho de 4 anos por picada de escorpião ganhou repercussão nacional. Porém, o advogado de Natália Fernandes Balieiro, de 29 anos, revelou que ela foi obrigada pelo marido a ingerir o veneno. De acordo com o G1, ela prestou depoimento à polícia nesta sexta-feira (4), acompanha dos pais.
PUB “A Natália é inocente no episódio. Ela não contribuiu em nada para o esposo tomar veneno. Portanto, está provado que ela é inocente. Ela não forçou ninguém a tomar veneno e foi forçada a tomar”, disse o advogado, Élcio Padovez. “Ele preparou os dois copos e mandou a Natália beber o veneno. Ela sabia que estava bebendo veneno e a mando dele ainda, que estava com uma arma 12 (calibre), uma espingarda na mão. Ele forçou ela beber veneno”, continuou o advogado.
O delegado responsável pelo caso. Luciano Birolli Sanches Teres, explicou que, depois que os dois souberam da morte do filho, o pai, Lucas Sanches da Silva, de 40 anos, foi com Natália para a fazenda em Ibirá (SP) e os dois tomaram o veneno: primeiro ela e, depois, ele.
A polícia agora espera o resultado do exame de perícia para comprovar que a morte do menino foi mesmo causada pela picada do escorpião. “A paixão e o amor dele pelo menino era tão grande que causou um destempero nele e queria que fosse a família inteira junto. Então ele a obrigou a tomar o veneno e se não tomasse a mataria com a espingarda. Segundo a mãe, ele era tão apaixonado pelo menino que não dava uma bronca ele, só pensava no filho”, afirma o delegado.
O pai morreu em decorrência do veneno e foi velado junto com o filho.


Publicidade




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidade