Rio Branco,

Matadouro esfola coelhos vivos para produzir roupas e acessórios de pele

Crueldade

Por Por Notícia ao minuto

naom_5670ab15457f7

Publicidade

Maior parte dos consumidores dos acessórios feitos com pele de animal na China são ingleses
A HSI (Humane Society International), uma organização americana de proteção a animais, descobriu um matadouro na China, onde coelhos são mortos para a produção de roupas e acessórios feitos de pele.
De acordo com informações publicadas pelo R7, cerca de 10 mil coelhos são cruelmente esfolados por dia no matadouro. A publicação refere ainda que muitos animais ficam agonizando antes de morrer.
A apuração descobriu que os trabalhadores do local ganham aproximadamente R$ 0,23 a cada coelho morto. As condições de trabalho são precárias e não há preocupação com segurança e saúde.
Segundo a HSI, os coelhos ficam enclausurados em gaiolas muito apertadas, eles não têm espaço para pular e correr. A publicação detalha que o processo de retirada da pele é muito cruel e, na hora do abate, os animais são puxados da gaiola pelas orelhas e golpeados na cabeça, para que desmaiem.
Segundo o chefe da investigação da HSI, a maior parte dos chapéus, casacos e acessórios feitos com pele de coelho são vendidos para o Reino Unido, além de serem comercializados em sites da China.
“Se todas as pessoas que fossem comprar acessórios feitos com peles reais assistissem à desgraça que é a realidade dos coelhos nos matadouros, aposto que optariam por itens produzidos com menor crueldade, como as peles sintéticas”, destaca.


Publicidade




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidade