Rio Branco,

Primeiro indígena doutor em linguística se forma na UnB

De olho no trânsito

Por Por AcreNews / Daigleíne Cavalcante

indio_01

Publicidade

O indígena Kaxinawá Joaquim Paulo de Lima Kaxinawá, nascido em Tarauacá, na Terra Indígena Praia do Carapanã no Acre, é o primeiro indígena no país a receber o título de doutor em linguística pela Universidade de Brasília (UnB). Ele defendeu sua tese há quase um ano, em dezembro de 2014, com o tema: “Para uma gramática da Língua Hãtxa Kuin”.
Com 20 anos ele foi alfabetizado na língua portuguesa em um programa de alfabetização coordenado pela Comissão Pró-Índio do Acre, depois realizou o magistério indígena no estado e graduação em um curso intercultural indígena na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul.
Um dos maiores desafios para Joaquim foi indisponibilidade de pesquisas sobre sua língua materna e em português. Grande parte dos materiais de pesquisa foram escritos em inglês, alemão, francês, espanhol. A coordenadora do Laboratório de Literatura e Línguas Indígenas da UnB, Ana Suelly Cabral, revelou que dois pesquisadores indígenas devem conquistar o título de doutorado pela UnB em 2015.


Publicidade




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidade