Rio Branco,

MP-AC investiga possível corrupção e contratação ilegal na Emurb

Contratação ilegal

Por

O Ministério Público do Acre (MP-AC) começou a investigar, nesta terça-feira (10), uma suposta corrupção administrativa em contrato de prestação de serviço entre uma empresa particular e a Empresa Municipal de Urbanização (Emurb), em Rio Branco.
Segundo a publicação do Diário Oficial, a investigação iniciou por meio de uma denúncia, que aponta o possível fornecimento de mão de obra com preços superfaturados e contratação ilegal de pessoas.
O diretor administrativo da Emurb, Jorge Nei Fernandes, acredita que pode ter acontecido algum engano. “Desde 2009, não assinamos contrato com essa empresa. Até porque ela é de mão de obra e nós não contratamos gente. Pode ter sido um engano”, declara. Fernandes falou também que aguarda uma notificação para saber mais sobre o caso.
Segundo a assessoria do MP-AC, o promotor responsável pelo caso, Adenilson de Souza, não quis se pronunciar sobre o caso, pois a investigação ainda está no começo

Publicidade


Publicidade




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidade