Rio Branco,

Menina sequestrada aos 12 anos diz ter sido estuprada mais de 43 mil vezes em 4 anos

Abusos sexuais

Por Do R7

ecos-231115-mundo-1

Publicidade

Em entrevista à rede CNN, Karla Jacinto disse ter sofrido abusos desde criança
A mexicana Karla Jacinto estima ter sido estuprada 43.200 vezes em um período de apenas quatro anos. As informações são do Daily Mail
Hoje com 23 anos, a menina resolveu contar sua história com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre o tráfico sexual, que destrói vidas de milhares de garotas ao redor do mundo
Em entrevista à rede CNN, a mexicana afirmou que sempre se sentiu rejeitada pela mãe, e disse ter sofrido abusos desde criança
— Eu venho de uma família conturbada, fui maltratada e abusada sexualmente desde os cinco anos de idade por um parente
Karla conta que, quando tinha apenas 12 anos de idade, um traficante sexual a raptou quando ela estava esperando alguns amigos perto de uma estação de metrô na Cidade do México

ecos-231115-mundo
Ela diz que o homem alegou ser um vendedor de carros usados e também tinha sido abusado quando era criança. Karla afirma que ele era muito carinhoso. Em seguida, os dois trocaram números de telefone
Uma semana depois, o homem ligou para Karla chamando a menina para viajar com ele. Ela concordou, e diz ter ficado impressionada com o carro esportivo com que o traficante sexual apareceu para buscá-la
— Eu vivi com ele durante três meses, e ele me tratou muito bem durante esse tempo. Ele me amava, me comprou roupas, me deu atenção, me comprou sapatos, flores, chocolates. Tudo era lindo
Como os primos do homem apareciam em seu apartamento com meninas novas todas as semanas, Karla resolveu finalmente perguntar com o que eles trabalhavam. Então o traficante sexual respondeu que eles eram cafetões
Um pouco depois, ela começou a trabalhar como prostituta, e passou a ser forçada a sair com pelo menos 30 clientes por dia, sete dias por semana
— Eu dizia que queria ir embora e ele me acusava de ter me apaixonado por um cliente. Ele dizia que eu gostava de ser uma prostituta
O cafetão que abusou Karla acabou fazendo ela engravidar. A menina deu à luz aos 15 anos de idade
Em 2008, Karla foi finalmente resgatada durante uma operação anti-tráfico realizada na Cidade do México. Na época, ela estava com 16 anos de idade
Hoje com 23 anos de idade, Karla se tornou ativista e luta contra o tráfico humano, compartilhando sua história de sobrevivência em eventos e conferências
De acordo com autoridades americanas e mexicanas, o município de Tenancingo, localizada nos arredores da Cidade do México, é uma das maiores fontes de pessoas para o tráfico humano mexicano


Publicidade




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidade