Rio Branco,

Ex-presidente da CBF deixa prisão domiciliar pela 1ª vez para ir à missa

Nova York

Por

naom_5652cac4de523

Publicidade

O cartola cumpre prisão domiciliar e usa uma tornozeleira eletrônica desde o último dia 3
O ex-presidente da CBF José Maria Marin, de 83 anos, deixou seu apartamento onde cumpre pena, em Nova York, para assistir a uma missa em espanhol na Catedral de St. Patrick, neste domingo (22). Ele foi acompanhado pela mulher e por dois seguranças, depois de ter a saída autorizada pela Justiça.
O cartola cumpre prisão domiciliar e usa uma tornozeleira eletrônica desde o último dia 3, quando foi extraditado da Suíça para os Estados Unidos.
José Maria Marin é investigado pela Justiça americana em um suposto esquema de corrupção que envolve subornos e propinas entre dirigentes da Fifa e executivos do setor na comercialização de jogos e direitos de marketing de campeonatos, como a Copa do Brasil –organizada pela CBF.


Publicidade




ÚLTIMAS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Publicidade