Connect with us

esporte

Brasil derrota Peru por 3 a 0 e sobe para terceiro lugar nas Eliminatórias Em mais uma noite apagada de Neymar, Seleção venceu com gols de Douglas Costa, Renato Augusto e

Publicado

em

naom_564c288ecd40d

Neymar, mais uma vez, não esteve bem e o Brasil esteve longe de ser brilhante. Mas, com grande atuação de Douglas Costa e bom jogo coletivo, a seleção soube se impor diante da frágil equipe do Peru, nesta terça-feira, em Salvador. Com a vitória por 3 a 0 na Arena Fonte Nova, a equipe chegou aos sete pontos e fecha o ano na terceira colocação das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, que será na Rússia. O time agora só volta a se reunir em março, quando enfrentará Uruguai e Paraguai.

A seleção entrou em campo pressionada depois da fraca atuação que teve no empate por 1 a 1 com a Argentina na semana passada. O técnico Dunga, então, resolveu fazer três alterações em relação ao time que começou jogando em Buenos Aires: Gil entrou no lugar de David Luiz (suspenso), Renato Augusto substituiu Lucas Lima e Douglas Costa ficou com a vaga de Ricardo Oliveira. O treinador não mudou apenas peças. Ele trocou o sistema tático da equipe.

O Brasil jogou no 4-1-4-1. O “1” da defesa era Luiz Gustavo e o “1” do ataque era Neymar. O esquema é o mesmo que o técnico Tite utilizou para levar o Corinthians à liderança do Campeonato Brasileiro. Dunga também apostou no entrosamento de três jogadores do time corintiano: Gil, Elias e Renato Augusto.

As mudanças deixaram o time mais solto. Elias, por exemplo, que na seleção costuma não ter o mesmo rendimento do Corinthians, porque mal consegue  passar do meio de campo, nesta terça-feira apareceu com frequência no ataque.

Willian aberto pela direita e Douglas Costa na esquerda deram mais profundidade ao jogo da seleção. E foi justamente em um jogada da dupla que o Brasil abriu o placar. Aos 21 minutos, Willian fez boa jogada e cruzou para o meio da área, onde estava Douglas Costa para completar para o fundo da rede. Por muito pouco o jogador do Bayern de Munique não fez o segundo aos 38. Mesmo sem ângulo, ele cobrou falta com efeito pela direita e carimbou a trave.

Jogando centralizado, como um “falso 9”, Neymar tinha liberdade e circulava por todos os setores do ataque. O problema é que, sempre acompanhado de perto por um ou dois marcadores, o craque tinha dificuldade para criar lances de perigo. Somente aos 44 minutos é que o atacante fez a sua primeira jogada de efeito, quando dominou no peito e deu uma bicicleta por cima do gol. Neymar, no entanto, estava impedido e a arbitragem anulou a jogada.

No segundo tempo, o panorama do jogo permaneceu inalterado. O Peru era praticamente inofensivo. Isolado, Guerrero era vigiado por Gil e Miranda. Quando a bola chegava a ele, rapidamente era desarmado.

No Brasil, Dunga inverteu as posições de Douglas Costa e Willian. O time continuou dono do jogo e não demorou para ampliar a vantagem. Aos 12 minutos, Douglas Costa disparou pela direita e tocou para Renato Augusto, que vinha de trás, bater de primeira no canto.

A seleção puxou o freio de mão e, mesmo assim ainda fez o terceiro gol. Aos 32 minutos, Douglas Costas soltou a bomba pela esquerda. O goleiro espalmou e, no rebote, Filipe Luís fechou o placar.

FICHA TÉCNICA

BRASIL 3 x 0 PERU

BRASIL – Alisson; Daniel Alves, Miranda, Gil e Filipe Luís; Luiz Gustavo (Fernandinho), Elias, Willian (Oscar) e Renato Augusto; Douglas Costa (Lucas Lima) e Neymar. Técnico: Dunga.

PERU – Penny; Advíncula, Zambrano, Ascues e Yotún; Tapia (Ballón), Cueca, Lobatón (Gonzáles) e Farfán; Guerrero e Hurtado (Reyna). Técnico: Ricardo Gareca.

GOLS – Douglas Costa, aos 21 minutos do primeiro tempo; Renato Augusto, aos 12, e Filipe Luís, aos 31 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Neymar (Brasil); Ascues e Advíncula (Peru).

ÁRBITRO – José Buitrago (Fifa/Colômbia).

RENDA – R$ 4.186.790,00.

PÚBLICO – 45.558 pagantes.

LOCAL – Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

Com informações do Estadão Conteúdo.

Continue lendo

esporte

Goleadas, rebaixamento e semis definidas: a última rodada do Acreano de Futsal

Publicado

em

Por Globo Esporte/G1 Acre –

A primeira fase do Campeonato Acreano de Futsal está finalizada. Neste fim de semana, três partidas completaram nona e última rodada e definiram o quarto time classificado às semifinais, além da segunda equipe rebaixada para a segunda divisão em 2019. Foram 38 gols marcados.

No último sábado (3), na cidade de Xapuri, o Atlético Xapuriense garantiu a primeira colocação ao bater o Rivera por 5 a 2. O resultado beneficiou o Palmeiras, que ficou com a quarta colocação e se garantiu nas semifinais.

Em Sena Madureira, o Sena Madureira não deu chances ao Villa, já rebaixado, e goleou por 11 a 4, assegurando a segunda posição.

Neste domingo (4), no município de Feijó, o Juventus de Feijó venceu o Murbanense por 10 a 6, se garantiu na elite do futsal acreana na próxima temporada e decretou o rebaixamento do representante de Manoel Urbano para a segunda divisão.

Com os resultados, os duelos das semifinais estão definidos. O Atlético Xapuriense, primeiro colocado, vai encarar o Palmeiras, quarto classificado. No outro duelo, o Sena Madureira, segundo lugar, enfrenta o Big Bran, atual bicampeão, que se classificou em terceiro.

As semifinais serão disputadas em jogos de ida e volta com as equipes de melhor campanha fazendo a segunda partida como mandante. A Federação Acreana de Futsal (Fafs) deve divulgar no decorrer desta semana as datas e horários dos duelos.

Continue lendo

esporte

Acreana conquista 2º lugar na categoria Amador do Monstar Games 18: “Fiz o meu melhor”

Publicado

em

Uma preparação intensa desde o início do ano foi recompensada com o segundo lugar para a acreana Patricia Fattah na categoria amador feminino do Monstar Games 18, realizado neste fim de semana, na cidade do Rio de Janeiro.

Mesmo sentindo dores na região lombar durante os três dias de competição – dores que surgiram duas semanas antes da disputa –, a atleta de 31 anos superou as adversárias e subiu ao pódio depois de sete provas e um desempenho de recuperação. Terminou em 15º lugar no primeiro dia, subiu para sexto no segundo dia e finalizou com a segunda colocação.

Patrícia Fattah, do RB Crossfit, é vice-campeã na categoria amador feminino no Monstar Games 18, no RJ — Foto: Reprodução/Instagram Monstargames

Patrícia Fattah, do RB Crossfit, é vice-campeã na categoria amador feminino no Monstar Games 18, no RJ — Foto: Reprodução/Instagram Monstargames

– A preparação para essa competição começou desde o início do ano com meu Coach Samir, decidimos quais seriam as competições que eu participaria e o Monstar foi uma de minhas prioridades. Duas semanas antes de viajar comecei a sentir muita dor na região lombar, principalmente quando fazia agachamentos. Tive que redobrar meu cuidado para não me lesionar e procurei meu fisioterapeuta Leyf Barros para conseguir competir – conta.

Patrícia afirma que as dificuldades encontradas durante as provas foram inúmeras, ampliadas por causa das dores que sentia. Ela conta que chegou a pensar em desistir, no entanto, lembrou que tinha algo a mais como motivação para concluir a competição.

– No primeiro dia aconteceram vários imprevistos, errei o percurso da corrida na primeira prova e na terceira prova do dia pensei em desistir, pois quase não estava conseguindo fazer o movimento de tanta dor na região lombar. Mas não desisti, pensei o quão difícil era estar ali e em todas as pessoas que estavam torcendo por mim, principalmente meus filhos, esposo e amigos. Fiz o meu melhor e conseguir ganhar o vice-campeonato em uma competição nacional em uma categoria intermediária – comemora.

Outra acreana que participou da competição na capital fluminense, Márcia Andreia ficou com a quinta colocação na mesma categoria. Foi a primeira participação dela em um evento nacional. Sthefanie Andrade, também do Acre, competiu na categoria Scaled feminina, mas não ficou entre as melhores classificadas.

Continue lendo

esporte

SRT e Atlético Brasileense vencem na rodada do Campeonato Acreano de Futsal Feminino

Publicado

em

Duas partidas da sequência do segundo turno do Campeonato Acreano de Futsal Femininoforam disputadas no último sábado (3), nas cidades de Rio Branco, capital do estado, e Xapuri, no interior. Com vitórias dos visitantes, os resultados colocaram o SRT na liderança do grupo e embolaram a classificação do grupo, que tem quatro equipes empatadas com três pontos.

Em Rio Branco, no ginásio do Colégio Militar, o Atlético Brasileense estreou batendo o Veneza B por 2 a 1, pelo grupo B. Com a vitória, a equipe se iguala a Pista, SRT Sub-20 e Atlético-AC, todos com três pontos. Veneza B e Rio Branco ainda não pontuaram na chave.

No grupo A, na cidade de Xapuri, o SRT superou o Atlético Xapuriense em uma partida de nove gols. Vitória por 5 a 4 e a liderança do grupo com seis pontos. O Atlético Xapuriense ainda não somou pontos.

O estadual de futsal feminino tem dois jogos marcados para esta terça-feira (6), no ginásio Álvaro Dantas, em Rio Branco. Às 19h, o Veneza B enfrenta o Atlético-AC, pelo grupo B. Logo em seguida, o Veneza A encara o Volta Redonda, em duelo do grupo A.

No segundo turno, as equipes se enfrentam dentro do próprio grupo e os quatro melhores de cada chave passam às quartas de final. O Atlético-AC, campeão do primeiro turno, já está garantido na decisão da competição. Se vencer o segundo turno, será declarado campeão estadual.

Continue lendo

Veja também

Mais lidas

Portal de notícias do Acre | Diretor e Redator - Lenilda Cavalcante FENAJ 084 | Copyright © 2006-2018 ECOS DA NOTÍCIA - Todos os direitos reservados.