Siga-nos

Aguarde processando...

X

Vídeos 360º são a nova realidade

Os vídeos panorâmicos estão sendo cada vez mais utilizados para deixar o público mais envolvido com o conteúdo.

Da Redação Ecos da Notícia

Os vídeos 360º têm ganhado aos telespectadores, pelo fato de envolver o público naquela realidade. Eles permitem que quem assiste ao vídeo tenha o olhar de todos os ângulos, dando a sensação de estar inserido no contexto do vídeo. Por isso, apostar nos vídeos panorâmicos no YouTube tem sido uma grande estratégia para atrair a atenção dos internautas.

Até a rainha dos baixinhos, Xuxa Meneghel, se rendeu às técnicas e postou um vídeo no canal no YouTube mostrando os bastidores do Xuchá, show realizado pela apresentadora que ocorreu no último dia 2. A RYOT, empresa responsável por produzir documentários e vídeos, também acredita nos vídeos 360º como uma nova forma de fazer jornalismo.

Para Maria Fernanda Lauret, editora de vídeos em realidade virtual, os vídeos 360º promovem ao público uma experiência muito maior. “A realidade virtual permite que o público tenha uma experiência muito mais memorável e imersiva do que qualquer outro meio”. – ressalta Maria.

Vídeo 360º

O vídeo panorâmico permite a quem assiste fazer parte da história, sendo privilegiado com todos os ângulos. Isso proporciona para as pessoas a experiência de participar – mesmo que virtualmente – do conteúdo.

Maria Fernanda Lauret teve a oportunidade de realizar projetos com vídeos 360º como: a Rio Creator’s Lab e filmes em realidade virtual reconhecidos com nominação de festivais internacionais, (“The Artist of Skid Row,” “Repensando a Cuba,” “Toxic Tour” e “The Exhumation”). Além do primeiro show de notícias em realidade virtual “The Big Picture: News in Virtual Reality” e afirma:

“Os vídeos 360º são uma maneira de trazer o público para dentro das histórias que contamos, proporcionando a experiência mais realística e tocante possível. Encontramos nos vídeos 360° uma alternativa para permitir que o público decida qual é seu próprio ângulo no conteúdo tratado e, até mesmo, tenha a oportunidade de experimentar diferentes pontos de vista a cada vez que assistir o mesmo vídeo”.

Sobre a RYOT

Fundada por Bryn Mooser e David Darg, em 2012, aposta em uma forma de jornalismo que motiva as pessoas a se tornarem parte da notícia, tomando atitudes para impactar o mundo de forma positiva. Por meio da realidade virtual, o fato dos espectadores estarem literalmente imersos nas histórias contadas pela RYOT – que foi comprada pela Huffington Post esse ano – ajuda para que o público experimente histórias de diversas partes do mundo de maneira mais ampla, realística e tocante.

Sobre Maria Fernanda Lauret

Formada em Comunicação Social – Publicidade e Propaganda – na UFES. Trabalhou na Rádio Universitária, no Jornal A Gazeta, e atualmente com Jornalismo e documentários em Realidade Virtual.

 

Publicidade

Escreva seu comentário

Informamos aos nossos caros leitores que a Equipe Ecos da notícia não se responsabilizará pelas consequências jurídicas
sobre os comentários divulgados.